Bloqueador de fraude

Jieya

Bem-vindo ao Nanjing Jieya e fabricante de máquinas extrusoras

produto principal

Máquina de composição de plástico
Máquina de fazer materbatch
Extrusoras de parafuso duplo série SHJ
Extrusoras de parafuso duplo série HT
Preciso de ajuda?

Aqui estão alguns bons lugares onde você não pode começar.

Junte-se à comunidade

Compreendendo a extrusão de plástico: um guia abrangente para processos de extrusão de plástico

A extrusão de plástico é muito comum no setor manufatureiro atual. Ele cria muitos tipos diferentes de produtos plásticos. O objetivo deste manual é fornecer uma explicação detalhada sobre o processo de extrusão de plástico. Isso incluirá os materiais utilizados, aspectos técnicos e aplicações do produto final. Diferentes tipos de extrusão, equipamentos utilizados para isso, bem como medidas de controle de qualidade devem ser considerados para que todas as bases sejam cobertas do ponto de vista profissional dentro da indústria ou por alguém que está começando do zero. Se você deseja melhorar o que já possui com extrusão ou apenas aprender o básico, este guia também se destina a isso; aqui é possível encontrar insights úteis juntamente com as habilidades técnicas necessárias de acordo com suas necessidades e aspirações.

O que é extrusão de plástico?

O que é extrusão de plástico?

Compreendendo o procedimento de extrusão de plástico

A extrusão de plástico é uma técnica de fabricação na qual as matérias-primas plásticas são derretidas e moldadas em um perfil constante. Isso começa fornecendo ao funil da extrusora pellets ou grânulos de plástico. Em seguida, esse material plástico é transportado por um parafuso giratório dentro de um barril aquecido, onde é derretido como resultado do calor de fricção interno induzido pelo movimento do parafuso e também de elementos de aquecimento externos. Quando na forma líquida, passa por matrizes moldadas que lhe conferem os perfis transversais desejados. Mais tarde, após serem expulsos deles; eles esfriavam rapidamente, geralmente usando muitos tanques cheios de água fria ou passando sobre rolos resfriados por ventiladores de ar, e então solidificavam antes de serem cortados nos comprimentos necessários ou enrolados em carretéis para fins de processamento/armazenamento posterior; esta etapa é muito importante porque através dela podemos obter diversos tipos de produtos como tubos, filmes, etc.

Como funciona uma extrusora?

Uma extrusora funciona colocando pellets de plástico no cilindro com parafusos giratórios que garantem um derretimento uniforme. O movimento causado pela ação mecânica movimenta os plásticos ao longo do comprimento, fazendo com que eles derretam devido a unidades de aquecimento externas e ao atrito interno até atingirem o estado fundido, onde são empurrados para fora por meio de matrizes que os moldam continuamente em perfis. Depois de isto acontecer, estas formas devem ser arrefecidas rapidamente para não sofrerem qualquer deformação enquanto ainda quentes, quer através da utilização de vários tanques cheios de água fria, quer dos quais tenham sido equipadas unidades de refrigeração para que as suas temperaturas possam ser reguladas mais facilmente, quer simplesmente fazendo passar ar mais frio sobre os rolos até endurecer e depois cortar nos pontos de tamanho necessário ou enrolar em bobinas para uso posterior

Usos usuais de extrusão de plástico

Normalmente, a extrusão de plástico é usada em diferentes setores para fabricar muitas coisas. Abaixo estão algumas das aplicações comuns:

  • Canos e tubulações – São usados em trabalhos de encanamento, dispositivos médicos e ambientes industriais.
  • Filmes e Folhas – São necessários para fins de embalagem, como coberturas ou forros agrícolas.
  • Perfis – Podem ser empregados para fazer esquadrias ou proteção contra intempéries, entre outros.
  • Isolamento – Isto é importante quando se trata de fiação elétrica/revestimento de cabos, etc.

Esses usos aproveitam sua eficiência e versatilidade no atendimento a requisitos específicos de produção em massa por meio de tecnologias de extrusão de plástico.

Qual a diferença entre a extrusão de plástico personalizada e a moldagem por injeção?

Qual a diferença entre a extrusão de plástico personalizada e a moldagem por injeção?

Diferenciação de Extrusão de Moldagem por Injeção

Os dois processos são fundamentais para a fabricação, mas suas finalidades variam e operam de maneira diferente. Por exemplo, na extrusão de plástico, o plástico fundido é empurrado continuamente através de uma matriz para produzir um perfil longo e uniforme, que mais tarde é resfriado e cortado no comprimento necessário. Este procedimento contínuo específico é bom para a produção em massa de coisas como folhas, tubos ou filmes. É amplamente utilizado nas indústrias de plásticos em todo o mundo.

Por outro lado, a moldagem por injeção envolve a injeção de plásticos derretidos em cavidades fechadas do molde, onde eles esfriam e endurecem, criando assim uma peça precisa – muitas vezes complexa. Ou seja, funciona bem com formatos complexos ou peças detalhadas como componentes automotivos, entre outros, que necessitam de grandes quantidades produzidas de uma só vez. Embora a extrusão seja mais adequada para itens com seções transversais uniformes, a moldagem por injeção funciona melhor quando se fabrica com precisão um grande número de componentes complexos.

Quando escolher extrusão de plástico personalizada

Ao decidir se deve ou não optar pela extrusão plástica personalizada para suas necessidades de fabricação, há algumas coisas que devem ser levadas em consideração.

  • Comprimento e uniformidade do produto – Se for necessário o requisito de comprimento contínuo combinado com seção transversal uniforme (por exemplo, tubos, canos, perfis de janelas), então o processo de extrusão torna-se a opção mais adequada.
  • Produção de alto volume – Sendo um método contínuo de produção, a extrusão revela-se altamente eficiente em termos de produção de grandes quantidades, tornando-a económica para a produção em massa.
  • Versatilidade de materiais – Plásticos como termoplásticos e elastômeros podem ser usados neste processo porque tem capacidade de lidar com uma variedade deles, proporcionando mais opções na seleção de materiais.
  • Personalização e Flexibilidade – Permite alterar facilmente a forma e o tamanho, modificando a matriz durante a produção, permitindo assim possibilidades mais amplas de personalização através de diferentes formas e tamanhos.
  • Considerações de custo – Em comparação com a moldagem por injeção, onde os custos de ferramentas às vezes são elevados, especialmente para produtos com geometria simples juntamente com execuções de produção de alto volume.

Benefícios da moldagem por injeção

A moldagem por injeção tem muitos benefícios para fabricação de alto volume e geometrias de peças complexas, incluindo:

  • Precisão e consistência: Ele pode criar peças complexas com tolerâncias estreitas que combinam com todos os outros itens produzidos.
  • Eficiência: Após a confecção do molde inicial, esta técnica se torna altamente eficiente, pois leva um curto período para produzir muitas peças dentro de cada ciclo.
  • Flexibilidade de materiais: Diferentes termofixos, termoplásticos ou elastômeros podem ser usados e, portanto, aplicáveis em vários setores.
  • Baixa produção de resíduos: Materiais adicionais são frequentemente reutilizados, o que reduz o desperdício de matéria-prima e garante economia.
  • Acabamento e Detalhamento: O processo pode ter superfícies com acabamento fino em componentes, juntamente com detalhes complexos, eliminando assim qualquer necessidade de operações secundárias.

Quais são as categorias de plástico utilizadas na extrusão?

Quais são as categorias de plástico utilizadas na extrusão?

Quais plásticos são comumente usados para extrusão?

  • Polietileno (PE): É comumente usado devido à sua flexibilidade, preço acessível e resistência à umidade e produtos químicos. Em embalagens, tubos e filmes plásticos, é amplamente utilizado.
  • Polipropileno (PP): Este material possui um alto ponto de fusão, o que o torna ideal para aplicações onde são necessárias resistência química ou propriedades mecânicas, como peças automotivas, bens de consumo ou têxteis.
  • PVC: Este tipo de plástico é conhecido por ser durável e ter uma forte resistência à tração; assim, pode ser utilizado em materiais de construção como tubos ou perfis, entre outros.
  • Poliestireno (PS): A rigidez das placas isolantes aliada à fácil processabilidade fazem com que sejam frequentemente utilizadas para este fim, mas também talheres descartáveis, como pratos, etc., materiais de embalagem, etc.
  • ABS (Acrilonitrila Butadieno Estireno): Sua natureza resistente combinada com qualidades de resistência ao impacto fazem do ABS uma excelente escolha quando se olha para diferentes tipos de plásticos adequados para vários invólucros de produtos eletrônicos e componentes da indústria automotiva; além disso, os bens de consumo se beneficiariam com a utilização deste tipo específico devido à sua robustez, mesmo que pudessem cair ocasionalmente durante o uso.

Escolhendo o material plástico correto

Existem muitos fatores que influenciam a seleção de um material plástico apropriado para extrusão:

  • Requisitos de aplicação: Considere qual nível de resistência mecânica, resistência térmica e estabilidade química é necessário para atender às necessidades específicas de sua aplicação.
  • Condições de processamento: Deve-se também levar em consideração uma série de coisas sobre como qualquer tipo ou classe se comportará quando submetido ao ponto de fusão, propriedades de fluxo ou sendo extrudado sob diferentes condições, como velocidade, entre outras; isso inclui, mas não se limita a saber se ele tem algum comportamento específico, como muda de cor, etc.
  • Fatores ECONOMICOS: Outra consideração importante envolve equilibrar a relação custo-benefício com o desempenho – portanto, embora alguns materiais possam ser mais baratos, eles também podem ter um desempenho ruim em volumes mais elevados, o que pode exigir o uso de materiais mais caros (ou vice-versa).
  • Conformidade regulatória: Certifique-se também de que tudo o que você escolher esteja em conformidade com todos os padrões relevantes da indústria e regulamentos de segurança, como FDA ou REACH, por exemplo, uma vez que estes se aplicam apenas se estivermos falando de componentes-chave de uma extrusora de plástico.
  • Impacto ambiental: Finalmente, deve-se considerar se certas opções são ou não mais sustentáveis do que outras com base em coisas como a sua classificação de reciclabilidade e até que ponto se alinham com objectivos ambientais mais amplos.

Características dos Plásticos Extrudados

  • Requisitos para uso: A resistência mecânica, a resistência térmica e a estabilidade química devem ser apropriadas para a aplicação pretendida.
  • Condições de Processamento: A substância deve ter um ponto de fusão correto, propriedades de fluxo adequadas e permanecer estável durante a extrusão, que são componentes essenciais em qualquer extrusora de plástico.
  • Fatores Financeiros: Escolha um material que seja econômico, mas que ainda tenha um bom desempenho, principalmente ao lidar com grandes quantidades durante a produção.
  • Conformidade com Regulamentos: Certifique-se de que o material escolhido atenda a todos os padrões industriais necessários, bem como às regras de segurança estabelecidas por organizações como FDA ou REACH.
  • Implicações para o Meio Ambiente: Leve em consideração a facilidade com que ele pode ser reciclado em outro produto ou sua sustentabilidade para que as metas ambientais possam ser alcançadas.

Quais são alguns aspectos positivos e negativos do plástico extrusado?

Quais são alguns aspectos positivos e negativos do plástico extrusado?

Prós de processos de extrusão

Existem várias vantagens nos processos de extrusão. Em primeiro lugar, permitem a produção contínua, o que é muito eficiente na produção em larga escala. Este método pode ser usado para criar perfis transversais complexos que correspondam melhor a aplicações específicas do que qualquer outro processo pode alcançar. Além disso, funciona com diversos tipos de materiais, como plásticos, metais, compósitos, etc.… Outra grande vantagem desse procedimento é que ele é econômico, pois há poucos resíduos produzidos durante a fabricação, embora o uso de reciclagem também seja permitido. ! Além disso, os produtos feitos por extrusão apresentam boas propriedades mecânicas aliadas a características de qualidade consistentes em todo o seu volume ou densidade. Finalmente, esta técnica pode facilmente combinar-se com outros métodos como a coextrusão, melhorando assim a funcionalidade das estruturas multicamadas.

Contras dos métodos de extrusão de plástico

Com todos esses benefícios também vêm algumas desvantagens; entretanto, não se deve esquecê-los ao pensar em utilizar tais sistemas em seu ambiente de trabalho. Uma grande desvantagem diz respeito às variações dimensionais, especialmente perceptíveis ao lidar com formas maiores ou mais complicadas durante as fases de fabricação, levando assim a irregularidades entre os lotes produzidos - um aspecto prejudicial tanto para a aparência final como para o desempenho. pode revelar-se dispendioso, tornando-o antieconómico para pequenas tiragens realizadas em pequenas escalas. Além disso, as propriedades térmicas juntamente com a sensibilidade das características de fluidez representam outro desafio onde o controle inadequado causa defeitos como empenamento, rugosidade superficial de enchimento incompleto, etc. Além disso, em comparação com outros processos como moldagem por injeção, a capacidade de extrusão de projetos altamente detalhados pode ser limitada.

Como funciona o processo de fabricação do plástico?

Como funciona o processo de fabricação do plástico?

Etapas do processo de extrusão de plástico

  1. Alimentando: A extrusora é carregada com matéria plástica bruta, que geralmente vem na forma de pellets ou grânulos, através de uma tremonha.
  2. Derretendo: O parafuso que gira dentro do cilindro aquece lentamente o material plástico bruto à medida que ele se move, fazendo-o derreter até um estado líquido uniforme.
  3. Mistura: Para garantir uniformidade de temperatura e consistência durante todo o processo, é aqui que os plásticos derretidos são devidamente misturados – uma etapa essencial em qualquer tecnologia de extrusão de plástico.
  4. Extrusão: Na extremidade de uma extrusora existe uma matriz que força o plástico fundido a passar através dela, assumindo o formato de perfil de seção transversal necessário.
  5. Resfriamento: Ar ou água podem ser usados para resfriar plásticos extrudados até que solidifiquem suas formas.
  6. Corte: Após o endurecimento em sólidos, os comprimentos especificados são cortados ou enrolados em carretéis para posterior manuseio por máquinas de corte.
  7. Pós-processamento: Poderia haver processos adicionais como recozimento, impressão ou revestimento que são feitos em plásticos extrudados para chegar às especificações do produto final.

A função dos rolos de resfriamento e dos parafusos giratórios

No processo de extrusão de plástico, os rolos de resfriamento e as roscas rotativas desempenham um papel significativo na manutenção da consistência e qualidade dos produtos.

Rolos de resfriamento: São dispositivos usados para reduzir a temperatura dos plásticos extrudados à medida que saem das matrizes, de modo a solidificá-los nos formatos desejados. O principal objetivo do trabalho dos rolos de resfriamento é manter o resfriamento em uma taxa igual, evitando torções, contrações irregulares devido ao calor ou quaisquer outras deformações térmicas. Eles são operados principalmente com ar ou água, o que ajuda a controlar a velocidade com que as coisas esfriam.

Parafusos Rotativos: Esses parafusos desempenham diversas funções enquanto localizados dentro dos cilindros das extrusoras. Suas funções incluem o transporte de matérias-primas feitas de plástico e a aplicação da tensão de cisalhamento necessária para sua fusão uniforme e mistura uniforme, para que a composição permaneça constante. Além disso, esses componentes controlam as propriedades de fluxo de fusão regulando as características do projeto da rosca, bem como as velocidades operacionais, afetando diretamente a qualidade do item acabado em relação às temperaturas alcançadas durante a fusão.

Etapas detalhadas na extrusão de plástico personalizado

  1. Escolhendo Materiais: O processo começa com a seleção da categoria de plástico mais adequada, dependendo das propriedades necessárias para o produto acabado. As opções podem ser poliestireno, polietileno ou PVC, entre outros.
  2. Preparação de materiais: Normalmente, o tipo de plástico escolhido vem em pellets, que podem necessitar de secagem ou mistura com aditivos para lhes conferir as qualidades exigidas.
  3. Alimentando: Os pellets de plástico preparados são introduzidos numa tremonha ligada a uma extrusora.
  4. Derretimento e mistura: Dentro da extrusora, parafusos giratórios movem os pellets através de zonas aquecidas, que os derretem uniformemente, e os misturam bem para que haja sempre uma composição uniforme em todo o material.
  5. Extrusão: A matriz molda o plástico fundido em perfis de seção transversal desejados à medida que é espremido através de seu orifício de abertura, onde três placas se encontram em ângulos retos – uma placa vertical (conhecida como estacionária) oposta a duas horizontais (chamadas móveis).
  6. Resfriamento: Ar ou água podem ser usados para resfriamento após a extrusão, para que o plástico esfrie e solidifique na forma desejada; os rolos são usados para resfriar uniformemente, evitando distorções.
  7. Corte: Posteriormente, os plásticos formados são cortados em comprimentos definidos ou enrolados em bobinas para fins de armazenamento até que estejam prontos para uso em outros processos de fabricação, como materiais de embalagem, etc.
  8. Pós-processamento: Tratamentos adicionais como tratamento térmico (recozimento), impressão de superfície e revestimento podem ser feitos se necessário para atingir as especificações do produto final.

Que tipo de produtos podemos fabricar por meio de extrusão de plástico?

Que tipo de produtos podemos fabricar por meio de extrusão de plástico?

Compreendendo os plásticos extrudados

Os plásticos extrudados são uma ampla classe de produtos que incluem, mas não estão limitados a, tubos, canos, fitas adesivas, caixilhos de janelas, isolamento de fios e peças com formatos personalizados para diversos setores. Esses perfis podem ser feitos para atender requisitos dimensionais e funcionais específicos com muita precisão, garantindo assim que se encaixem em determinados usos especializados, como componentes automotivos, materiais de construção ou bens de consumo, entre outros.

Tubo de plástico e seus usos

Devido à sua versatilidade e durabilidade, os tubos plásticos produzidos pelo processo de extrusão são utilizados em diversas aplicações. Na área médica, atua como linha intravenosa, cateter ou instrumento cirúrgico devido à biocompatibilidade com o corpo humano, bem como à flexibilidade necessária durante esses procedimentos. O uso industrial inclui sistemas de proteção de cabos para transferência de fluidos e linhas de ar/gás onde a resistência a produtos químicos deve ser alta, juntamente com a resistência contra o desgaste provocado pelo movimento constante. Bens de consumo, como mangueiras de jardim encontradas em nossas casas, também se enquadram nesta categoria, uma vez que precisam resistir a condições climáticas adversas e, ao mesmo tempo, serem capazes de dobrar facilmente nos cantos, sem dobrar ou quebrar completamente nos pontos de junção. Os tubos de plástico podem, portanto, ser usados para uma ampla gama de aplicações graças à sua capacidade de serem manipulados em diferentes formatos durante a fase de extrusão, para que diversas necessidades sejam atendidas com precisão.

Folhas e filmes plásticos – aplicações e vantagens

A versatilidade e resiliência apresentadas pelas folhas/filmes plásticos após serem produzidas pelo processo de extrusão as tornam indispensáveis em diversas áreas. Materiais de proteção de superfície, como plástico bolha, são de uso comum junto com itens de embalagem, como sacolas, enquanto a fita isolante elétrica também serve para fins decorativos, entre outras coisas, como evitar curtos-circuitos causados quando os fios entram em contato acidentalmente entre si devido à abrasão causada por materiais ásperos. superfícies onde eles passam um sobre o outro repetidamente. As barreiras de vapor utilizadas nas construções actuam como isolantes contra a perda de humidade das paredes interiores e exteriores, respectivamente, evitando assim o crescimento de bolores atrás dessas estruturas, o que pode causar riscos para a saúde dos ocupantes que respiram esporos libertados por estes fungos durante o seu período de crescimento.

Isso é bom para empresas que desejam se comunicar com seu público, mas não têm tempo nem recursos.

Fontes de referência

ré

Extrusão de plástico

Extrusão

Plástico

Perguntas frequentes (FAQ)

P: Quais são os diferentes tipos de extrusão de plástico?

R: As principais categorias de extrusão de plástico são extrusão de filme, extrusão de tubo, extrusão de folha e extrusão de perfil. Cada tipo tem funções específicas e pode ser utilizado na produção de filmes, tubos ou folhas, entre outros formatos feitos de plástico.

P: Quais são os benefícios da extrusão de plástico?

R: As extrusões plásticas oferecem diversas vantagens, incluindo; taxas de produção em alta velocidade; rentabilidade; capacidade de criar formas complexas; a versatilidade dos materiais utilizados e a produção contínua permitem a produção de grandes quantidades de produtos por extrusão.

P: O que é uma extrusora de plástico e como funciona?

R: Uma extrusora de plástico é uma máquina que aquece pellets de plástico até que se tornem líquidos e depois os espreme através de uma matriz em diferentes formatos. O material fundido a quente sai da rosca, que assume a forma de molde, formando itens como folhas ou varetas dependendo das matrizes utilizadas na produção.

P: Que tipo de materiais são usados na extrusão de plástico?

R: Os plásticos comumente empregados durante este processo de fabricação incluem, entre outros, polietileno (PE), cloreto de polivinila (PVC), polipropileno (PP), poliestireno (PS). Estas substâncias permitem aos designers criar diversos produtos como tubos ou perfis, entre outros.

P: Quais são alguns produtos comuns criados usando uma máquina extrusora?

R: Exemplos típicos seriam folhas/filmes (como aqueles usados na indústria de embalagens), canos/tubos, vedações contra intempéries, decks, grades, etc., sendo todos formas complexas produzidas por meio de plásticos extrudados com perfis. Esses itens encontram ampla aplicação em diversos setores devido à sua versatilidade e facilidade com que podem ser fabricados nos formatos desejados.

P: Como isso difere do método de moldagem por injeção?

R: Ao contrário da moldagem por injeção, onde peças discretas são criadas uma de cada vez, preenchendo cavidades com resinas derretidas sob condições de alta pressão, dando origem a objetos como tampas ou recipientes, etc., aqui comprimentos contínuos com seções transversais uniformes são produzidos por extrusão. máquinas. Os materiais comumente utilizados neste processo incluem, entre outros, o polietileno (PE), que resulta em folhas de filme para tubos, enquanto o poliestireno dá origem a formatos como os encontrados em materiais de embalagem.

P: Você pode me dar uma breve explicação sobre o processo de extrusão de plástico?

R: O processo de extrusão de plástico envolve a alimentação de esferas de plástico em uma extrusora de plástico, onde são aquecidas até o estado fundido pelo calor. O plástico fundido é então empurrado através de uma matriz que toma a sua forma formando produtos contínuos como folhas, tubos ou perfis que são amplamente utilizados em diferentes setores. À medida que saem da matriz, essas formas continuam a ser resfriadas e solidificadas pela linha de extrusão.

P: O que faz os fabricantes usarem extrusão de plástico durante a produção?

R: As empresas fabricantes utilizam a extrusão de plástico porque é muito eficiente e pode trabalhar com muitos materiais sem interrupção, de modo a produzir continuamente mais quantidades a um preço mais barato. Essa tecnologia também oferece suporte a perfis multifacetados e capacidade de criação de formulários.

P: O que queremos dizer quando falamos sobre perfis e formas em relação à extrusão de plásticos?

R: Dentro do contexto deste campo; Os perfis referem-se a designs ou configurações específicas, enquanto as formas representam seções transversais formadas durante uma operação de extrusão, como ranhuras em T, canais ou perfis personalizados usados em obras de construção civil, entre outros, como indústrias automotivas, setores de fabricação de componentes, fábricas de produção de bens de consumo, etc.

P: O que é extrusão de filme e quais são suas aplicações?

R: A extrusão de filme é um método usado no processamento de plásticos que derrete matérias-primas em folhas finas chamadas filmes. Esses filmes chegam aos materiais de embalagem, especialmente aqueles necessários para fins de preservação de alimentos, mas não se limitando a eles, uma vez que os suprimentos médicos também precisam deles, além de vários itens vendidos em lojas embalados com plásticos feitos por meio dessa técnica também se enquadram em sua ampla gama de aplicações, como sacolas para embalar roupas em viagens envolve embalagens retráteis destinadas a proteger aparelhos eletrônicos contra partículas de poeira durante o transporte, entre muitos outros exemplos encontrados em empresas de varejo que atendem às necessidades diárias dos clientes.

Produtos de Jieya
Publicado recentemente
Categorias de blogs
Contato Jieya
Demonstração do formulário de contato
Role para cima
Entre em contato conosco
Deixe um recado
Demonstração do formulário de contato