Bloqueador de fraude

Jieya

Bem-vindo ao Nanjing Jieya e fabricante de máquinas extrusoras

produto principal

Máquina de composição de plástico
Máquina de fazer materbatch
Extrusoras de parafuso duplo série SHJ
Extrusoras de parafuso duplo série HT
Preciso de ajuda?

Aqui estão alguns bons lugares onde você não pode começar.

Junte-se à comunidade

Maximize a eficiência com extrusoras de alimentos: um guia abrangente para extrusão de alimentos

A indústria alimentícia comumente emprega uma técnica de processamento de alta eficiência chamada extrusão de alimentos para criar muitos produtos, como salgadinhos e cereais, rações para animais de estimação e substitutos de carne. Este artigo fornece uma extensa descrição do processo de extrusão de alimentos, vários tipos de extrusoras de alimentos disponíveis e algumas dicas valiosas sobre como maximizar sua eficiência. A compreensão dos princípios básicos e dos avanços tecnológicos por trás disso permitiria aos produtores melhorar a qualidade e reduzir o desperdício, ao mesmo tempo que aumentaria a produtividade geral da produção relativa a este método de operação. A otimização do processo pode ser feita usando diferentes configurações da extrusora. Se você é novo ou deseja atualizar suas habilidades neste assunto, não se preocupe porque tudo foi abordado aqui para que, no final, você tenha tudo o que é necessário para alcançar os melhores resultados em sua situação específica em relação atividades de extrusão relacionadas a alimentos.

O que é extrusão de alimentos e como funciona?

O que é extrusão de alimentos e como funciona?

Conceitos Críticos de Extrusão de Alimentos

A extrusão de alimentos é a modelagem e texturização de materiais alimentares com calor e força. O procedimento geralmente começa com a mistura de matérias-primas que são transportadas ao longo de um barril por meio de uma rosca. Calor e pressão controlados são usados nas substâncias enquanto elas viajam através deste tubo; isso faz com que derretam e reajam quimicamente. Eventualmente, na extremidade de onde eles entraram, o material extrudado passa sobre as matrizes, dando-lhes formas finais. Temperatura, nível de pressão, teor de umidade, bem como a velocidade de rotação dos parafusos estão entre alguns desses fatores que podem afetar significativamente tais processos.

O papel do cisalhamento no processo de extrusão

Durante a extrusão de alimentos, a rotação da rosca no cilindro cria cisalhamento, o que é importante para este processo. Afeta a textura, consistência e estrutura do produto final. O arranjo molecular de amidos e proteínas é destruído em níveis de cisalhamento mais elevados, causando assim as alterações químicas e físicas necessárias. A mistura homogênea de constituintes é alcançada por esta ação de corte juntamente com a desintegração celular que melhora as características funcionais enquanto aumenta o apelo entre os órgãos sensoriais em relação aos alimentos produzidos fora das células, através deles sendo empurrados para fora por tais ações realizadas além das paredes celulares dentro de uma extrusora onde são misturados uniformemente antes que essas paredes se quebrem para que tudo se torne uma única mistura por si só; se necessário, vários parafusos podem ser usados juntamente com diferentes configurações operacionais que permitem aos fabricantes regular as forças de cisalhamento, maximizando assim a eficiência em termos de melhoria da qualidade durante os processos de fabricação.

Aplicações Comuns de Extrusão de Alimentos

A tecnologia de extrusão de alimentos é amplamente utilizada em muitos setores da indústria alimentícia. Uma de suas principais utilizações inclui a fabricação de cereais matinais, onde diferentes formatos e texturas são criados por extrusoras que processam grãos e outros componentes. Além disso, a eficácia da extrusão de alimentos depende em grande parte do design do cilindro e da matriz. Da mesma forma, eles empregam métodos semelhantes para produzir salgadinhos extrusados, como milho tufado, batatas fritas e pretzels, permitindo-lhes desenvolver novos produtos atraentes. Outra aplicação importante é na fabricação de rações para animais de estimação juntamente com rações aquáticas, onde a uniformidade nutricional e a palatabilidade são mantidas através de uma regulação cuidadosa durante a execução deste procedimento. Por último, mas não menos importante, as configurações de parafuso duplo podem oferecer maior flexibilidade ao lidar com vários materiais. Os análogos da carne, também conhecidos como carnes vegetais, são feitos por extrusão, que imita a textura e o sabor dos produtos cárneos tradicionais, proporcionando assim opções sustentáveis para consumidores preocupados com a saúde que desejam substitutos.

Como escolher a extrusora de alimentos certa

Como escolher a extrusora de alimentos certa

Fatores a serem considerados na seleção de extrusoras de alimentos

Há muitas coisas importantes a serem consideradas ao escolher uma extrusora de alimentos para garantir o melhor desempenho e qualidade do produto. Para começar, os fabricantes Wenger fornecem uma variedade de equipamentos de cozinha e extrusoras para diferentes fins de produção. A capacidade de volume é essencial; portanto, a extrusora deve corresponder à quantidade de produção necessária para satisfazer a demanda do mercado. A flexibilidade do material vem em seguida, pois deve ser capaz de trabalhar com diversas matérias-primas sem afetar a consistência dos produtos. Além disso, a maleabilidade no design e recursos como configurações de parafusos que podem ser personalizadas e opções de matrizes que permitem diferentes texturas durante o processamento permitem que uma única máquina produza produtos diversificados. Ainda assim, neste ponto, as capacidades de poupança de energia, juntamente com os baixos custos de operação, são necessárias para a sustentabilidade, bem como para a acessibilidade. Por último, mas não menos importante, a facilidade de uso e manutenção entre vários tipos de extrusoras não pode ser subestimada porque os controles fáceis de usar e a construção robusta aumentam a confiabilidade do tempo de atividade durante um longo período, ao mesmo tempo que reduzem quebras. Ao considerar cuidadosamente todos estes pontos, os produtores selecionarão as máquinas que atendem às suas necessidades, melhorando-as, especialmente com produção em larga escala.

Comparando extrusoras de parafuso único e de parafuso duplo

A utilização de uma extrusora de rosca simples ou dupla depende principalmente de fatores como o processo de produção e o tipo de materiais sendo processados, por exemplo, alto teor de amido. As extrusoras de parafuso único são mais simples, o que as torna econômicas e mais fáceis de manter. Eles são bons em misturar coisas e movê-las em uma direção, por isso funcionam bem com aplicações de baixa complexidade de ingredientes. Por outro lado, as extrusoras de rosca dupla proporcionam mais flexibilidade e controle sobre o processo de extrusão. Com essas máquinas, são usados parafusos co-rotativos atraentes que permitem melhores ações de amassamento/mistura/cisalhamento em formulações complexas ou onde existem requisitos para a manipulação exata das características do produto durante o processamento. As máquinas de parafuso duplo também podem lidar com várias matérias-primas pegajosas ou sensíveis ao calor, além de serem capazes de trabalhar com muitos tipos diferentes; no entanto, esta versatilidade acarreta custos mais elevados, tanto financeiros como operacionais, uma vez que estas unidades podem ser mais caras, ao passo que o seu funcionamento pode exigir maior conhecimento. No entanto, como esse equipamento pode fornecer gamas de produtos mais amplas e com níveis de qualidade superiores a qualquer outro dispositivo da sua classe, continua a ser popular entre os sistemas avançados de produção de alimentos.

Principais fabricantes de extrusoras: Coperion e Baker Perkins

Copérion

A Coperion é líder global em sistemas de composição e extrusão, fornecendo soluções avançadas em todo o mundo para muitas indústrias, como plásticas, químicas e alimentícias. Eles são bem conhecidos por sua tecnologia inovadora de extrusoras de dupla rosca, que podem alcançar alto desempenho por meio de boas máquinas que processam materiais de maneira eficaz e os misturam de maneira homogênea, permitindo ao mesmo tempo um aumento ou redução flexível, dependendo da necessidade. A sua robustez e controlo preciso da eficiência energética tornam-nos amplamente reconhecidos entre todas as outras marcas que competem com ela a nível mundial em termos de qualidade - um bom exemplo seria a série ZSK; esta marca atende às necessidades simples e complexas da fabricação moderna, como aquelas apresentadas por configurações de um parafuso, onde dois parafusos são necessários para trabalhar em tarefas diferentes ao mesmo tempo em uma única máquina. A Coperion também oferece vários níveis de suporte ao cliente, desde aconselhamento técnico até serviços de manutenção, para garantir que os clientes tirem o melhor partido dos seus equipamentos ao longo da sua vida útil.

Padeiro Perkins

A Baker Perkins é especializada em sistemas avançados de extrusão projetados principalmente para uso na indústria de confeitaria, entre outros (alimentos). Esses sistemas incluem extrusoras de rosca dupla como a série SBX Master, que oferecem grande flexibilidade e controle superior, tornando-as adequadas para produção de salgadinhos, fabricação de cereais ou processamento de alimentos para animais de estimação. Mesmo a produção de plásticos de base biológica ainda poderia ser realizada utilizando estas máquinas sem qualquer problema. A empresa sempre prosperou com avanços tecnológicos; portanto, não é nenhuma surpresa se você descobrir que a maioria de seus produtos foi equipada com os mais recentes componentes eletrônicos, juntamente com controles fáceis de usar, destinados a melhorar a conveniência operacional, bem como manter a uniformidade do produto em cada lote produzido naquele local - o que mais poderíamos perguntar? A Baker Perkins possui uma extensa linha apoiada por fortes disposições de pós-venda, como programas de treinamento e sistemas de gerenciamento da cadeia de fornecimento de peças de reposição, entre outros, permitindo assim que os fabricantes obtenham os mais altos níveis de produção. Ao mesmo tempo, cumprir os padrões de padronização exigidos sem se sobrecarregar financeiramente.

Quais são os benefícios do uso de equipamentos de extrusão no processamento de alimentos?

Quais são os benefícios do uso de equipamentos de extrusão no processamento de alimentos?

Consistência e eficiência: as principais vantagens

O processamento de alimentos necessita de consistência e eficiência, ambas proporcionadas por equipamentos de extrusão. Extrusoras de rosca dupla avançadas garantem uniformidade do produto por meio de mistura precisa de ingredientes e ambientes de processamento regulamentados. Isso garante que cada lote tenha a mesma sensação, sabor e composição nutricional para fidelidade à marca e satisfação do cliente. Além disso, a tecnologia de extrusão torna possíveis operações contínuas, melhorando assim a produtividade, minimizando o tempo de inatividade e o desperdício, ao mesmo tempo que maximiza a produção. Além disso, os controles automatizados e o alto nível de repetibilidade oferecidos por esses sistemas ajudam a agilizar processos e economizar custos, tornando-os ainda mais valiosos nos ambientes contemporâneos de produção de alimentos.

Maneiras inovadoras de usar tecnologia de extrusão

Além da produção de alimentos, a tecnologia de extrusão é utilizada de muitas maneiras diferentes. Um exemplo é a criação de imitações de carne a partir de plantas que se parecem com fibras musculares de animais. Esta técnica altera as proteínas durante o processamento para torná-las mais atraentes para vegetarianos e veganos. Além disso, o uso de probióticos, fibras, vitaminas, etc., como ingredientes funcionais, salgadinhos ou cereais matinais pode se tornar mais saudável por meio de métodos de extrusão. Os alimentos para animais de estimação se beneficiam desse processo versátil porque permite a produção de diversos formatos com diferentes texturas para atender às necessidades dietéticas específicas com base nas necessidades ou preferências dos animais. Ao mesmo tempo, os consumidores ecologicamente conscientes podem apreciar os plásticos de base biológica fabricados através de métodos de extrusão, que servem como substitutos sustentáveis dos materiais plásticos normais, reduzindo assim o impacto ambiental e apoiando práticas mais ecológicas.

Como a extrusão melhora a qualidade do produto

Existem muitas maneiras pelas quais a tecnologia de extrusão pode melhorar a qualidade de um produto; entre eles está a capacidade de controlar a configuração do cano e da matriz. Primeiro, garante que os materiais sejam misturados uniformemente e bem cozidos para terem textura e sabor uniformes quando finalizados. Esta uniformidade é necessária para manter elevados níveis de produção de alimentos. Além disso, os microrganismos são mortos durante a extrusão devido ao intenso calor e pressão aplicados, o que diminui o seu número, tornando-os mais seguros e aumentando o seu prazo de validade. Além disso, este processo permite o controle preciso da densidade e dos níveis de umidade para atingir as qualidades desejadas do produto. Por último, através da incorporação, diferentes componentes podem ser introduzidos num produto, aumentando assim o seu valor nutricional e ao mesmo tempo satisfazendo necessidades dietéticas ou requisitos de saúde específicos para pessoas com condições específicas; portanto, estas contribuições para a excelência dos produtos manufaturados não devem ser subestimadas ou totalmente ignoradas.

Como são produzidos os alimentos para animais de estimação usando tecnologia de extrusão?

Como são produzidos os alimentos para animais de estimação usando tecnologia de extrusão?

Compreendendo o processo de extrusão de alimentos para animais de estimação

A extrusão de alimentos para animais de estimação começa pela mistura de matérias-primas, normalmente proteínas, carboidratos, gorduras, vitaminas e minerais. Eles são combinados para garantir que se misturem corretamente e sejam consistentes. Em seguida, a mistura é colocada em uma extrusora, que é cozida e moldada sob condições de alta pressão e temperatura. A capacidade de controlar o tamanho, formato ou textura dos alimentos para animais de estimação durante esta etapa, intimamente relacionada a padrões nutricionais e de qualidade específicos, está entre os benefícios proporcionados pelo processo de extrusão. Depois de resfriado e seco até que o teor de umidade correto para uma vida útil mais longa seja alcançado, podem ser adicionadas gorduras junto com intensificadores de sabor que revestem a parte externa deste produto para torná-los mais saborosos para os animais que os comem. Todas as etapas realizadas em todo o procedimento garantem uma produção segura e permitem a formulação de diferentes dietas adequadas às diversas fases da vida e também às condições de saúde dos animais de estimação.

Componentes críticos em extrusoras de alimentos para animais de estimação

Várias peças importantes em extrusoras de alimentos para animais de estimação são projetadas para mantê-las funcionando perfeitamente e garantir a qualidade de seus produtos finais. A pré-condição é um desses componentes, usando vapor e água para amaciar as matérias-primas antes de serem extrusadas, ajustando suas propriedades térmicas. Além disso, existe também um importante corpo extrusor equipado com parafusos que submetem a mistura a tratamentos mecânicos e térmicos. O design desses parafusos é importante, pois determina a quantidade de amassamento ou cisalhamento que ocorrerá durante o cozimento, juntamente com outros fatores, como eficiência de mistura ou taxa de transferência de calor, que afetam a qualidade do produto. Além disso, uma matriz posicionada em uma das extremidades molda o que sai; portanto, seu tamanho e formato controlam a ração produzida por meio desse processo. A seleção adequada da matriz garante uniformidade nas dimensões e propriedades de superfície para diferentes lotes. Ao mesmo tempo, os dispositivos de corte cortam seções alongadas, transformando-as nos comprimentos desejados para que todas as saídas tenham a mesma aparência quando finalizadas. Todas essas peças funcionam juntas para gerar dietas nutricionalmente completas de alto nível para animais de estimação por meio de um sistema de extrusão.

Mantendo a qualidade na produção de alimentos para animais de estimação

Para garantir a qualidade da produção de rações para animais de estimação, a manutenção é feita por meio de rígidos controles e seguindo regulamentações para que a segurança e o nível de nutrientes do produto final sejam garantidos. A aquisição de matérias-primas excelentes de fornecedores confiáveis é o estágio inicial da garantia de qualidade; isto deve ser seguido por uma triagem minuciosa de contaminantes como micotoxinas, pesticidas e metais pesados, entre outros. A própria fabricação deve cumprir os padrões de Boas Práticas de Fabricação (GMP), ao mesmo tempo que observa o sistema de Análise de Perigos e Pontos Críticos de Controle (HACCP), a fim de minimizar os riscos de contaminação e alcançar uniformidade em termos de qualidade.

É necessário monitorar vários pontos como temperatura, pressão e teor de umidade continuamente durante o processamento, pois isso ajuda a reter as características desejadas de um produto e também seu valor nutricional. Além disso, os processos pós-extrusão, incluindo a secagem, devem ser realizados sob estreita supervisão; caso contrário, a estabilidade ou o sabor podem ser perdidos. Além disso, antes de serem comercializados, os produtos acabados são submetidos a uma ampla gama de testes, que envolvem, entre outros, análises centesimais, ensaios microbiológicos e testes de palatabilidade apenas para garantir que atendam aos níveis de segurança nutricional exigidos.

Concluindo, podemos dizer que manter a alta qualidade durante a produção de alimentos para animais de estimação é um procedimento complexo que envolve seleção rigorosa de matérias-primas, conformidade com os regulamentos de fabricação e testes de salubridade dos produtos acabados, entre outras coisas, destinados a atender às necessidades dos animais de estimação, mantendo-os saudáveis. em todos os momentos.

Quais são as tendências e inovações na extrusão de alimentos?

Quais são as tendências e inovações na extrusão de alimentos?

Avanços recentes em equipamentos de extrusão

Ultimamente, tem havido melhorias nos equipamentos de extrusão projetados para aumentar a eficiência, a precisão e a adaptabilidade nas operações de fabricação. Por exemplo, otimizar a matriz usada na extrusão pode melhorar a qualidade do resultado. As extrusoras atuais são equipadas com sistemas de controle avançados que monitoram e ajustam parâmetros como temperatura, pressão e umidade, entre outras variáveis-chave, com alta precisão em tempo real. Esses sistemas de controle garantem uma qualidade uniforme do produto e ajudam a economizar desperdício, otimizando instantaneamente as condições de produção.

Além disso, os designs de parafusos e matrizes foram inovadores para tornar o processamento de materiais mais eficiente, permitindo assim taxas de produção mais altas e mantendo um melhor controle sobre as texturas e formas dos produtos finais. Materiais como ligas e revestimentos resistentes ao desgaste são empregados durante a construção de extrusoras para prolongar sua durabilidade, reduzindo assim o tempo de inatividade para manutenção. Além disso, a automação, juntamente com a integração da análise de dados, permite um funcionamento contínuo aliado à melhoria contínua dos processos de produção, o que permite aos fabricantes responder rapidamente às mudanças do mercado e, ao mesmo tempo, melhorar a produtividade geral.

Novos Ingredientes e Formulações em Produtos Alimentares Extrusados

O panorama dos produtos alimentares extrusados mudou e novos materiais e métodos foram utilizados. Atualmente, estas abordagens mais recentes baseiam-se em proteínas de insetos, vegetais e unicelulares como fontes alternativas para uma nutrição sustentável, que é rica em nutrientes que podem ser consumidos em níveis mais elevados do que nunca. Além disso, a eles são agregadas características promotoras de saúde com compostos funcionais como prebióticos, probióticos, vitaminas ou minerais, o que era raro no passado. Eles também começaram a usar texturizantes/estabilizadores que melhoram a textura do produto; o prazo de validade também permanece estável por mais tempo. Hoje em dia, as pessoas querem aditivos que preservem os alimentos naturalmente porque rótulos limpos indicam transparência sobre o que está dentro das embalagens, juntamente com opções mais saudáveis. É por isso que muitas empresas usam conservantes derivados da natureza.

Perspectivas futuras: de análogos de carne vegana ao cozimento por extrusão

Os próximos anos trarão muitas mudanças no mundo da produção de alimentos por meio da extrusão. Para satisfazer a necessidade de produtos ecológicos e éticos, as carnes falsas feitas para vegetarianos tornar-se-ão mais realistas em termos de sabor e textura graças aos melhores métodos nesta área. A eficiência e versatilidade do cozimento por extrusão continuará a crescer à medida que utiliza diferentes componentes para criar novos tipos de alimentos. A tecnologia das máquinas está avançando rapidamente, o que significa que as máquinas podem trabalhar mais rápido com menos supervisão, garantindo que cada item produzido seja idêntico e ao mesmo tempo sendo capazes de se adaptar rapidamente quando ocorrem mudanças na demanda. A análise de dados tem sido utilizada com sucesso em outros lugares; aplicá-los aqui poderia nos mostrar como sempre melhorar as coisas. Isto leva-me ao meu último ponto: sem a extrusão, não haveria uma forma moderna para todos nós – incluindo os fabricantes – produzirmos alimentos continuamente.

Fontes de referência

Extrusão

Extrusão de alimentos

Comida

Perguntas frequentes (FAQ)

Perguntas frequentes (FAQ)

P: O que é extrusão de alimentos e como ela ajuda na produção de alimentos?

R: O processo é conhecido como extrusão de alimentos, em que matérias-primas como farinha ou proteína vegetal passam por uma matriz de extrusão. Isto garante consistência e aumenta a palatabilidade, ao mesmo tempo que permite diferentes formas finais, como grãos de cereais, cereais matinais, lanches, etc.

P: Quais são alguns tipos comuns de equipamentos de extrusão de alimentos?

R: Extrusoras de parafuso único e duplo estão entre as máquinas mais utilizadas nesta categoria. Cada um tem seu próprio conjunto de usos e benefícios específicos; por exemplo, diferentes velocidades ou torques de parafuso podem ser empregados para alterar texturas dentro do cilindro.

P: Como os equipamentos auxiliares complementam as extrusoras de alimentos em uma linha de processamento?

R: Equipamentos auxiliares, como misturadores, alimentadores, secadores, etc., suportam uma linha de processamento contínua e eficiente. Essas máquinas ajudam a preparar as matérias-primas antes de entrarem na extrusora e a tratar os produtos acabados posteriormente, aumentando assim a velocidade geral de produção.

P: Qual o papel dos parâmetros como velocidade da rosca e tempo de permanência no cilindro da extrusora?

R: O período de residência da velocidade da rosca constitui alguns dos fatores mais críticos que afetam as propriedades reológicas, incluindo a viscosidade dentro do cilindro da extrusora. Estas características influenciam, em última análise, a uniformidade, textura, qualidade, etc. do produto final. Diferentes ajustes podem produzir características desejadas durante a extrusão, como salgadinhos tufados ou proteínas vegetais texturizadas.

P: Qual a importância da escolha da matriz de extrusão na determinação do produto final?

R: O significado está na seleção do design, tamanho do material, formato e textura corretos para produção em massa, o que depende muito de massas, macarrão, cereais matinais, itens semi-úmidos com alto teor de umidade, onde matrizes específicas devem ser usadas adequadamente.

P: Que tipos de programas de estudo e desenvolvimento no setor alimentar são utilizados para melhorar os processos associados à extrusão?

R: As iniciativas de pesquisa e desenvolvimento (P&D) em extrusão de alimentos concentram-se na introdução de texturas nunca antes vistas, melhorando a eficiência e criando novos produtos finais. Também envolvem o estudo do comportamento reológico de diferentes matérias-primas, a otimização das configurações da extrusora e o teste de novos equipamentos auxiliares para um melhor processo de fabricação, entre outras coisas.

P: Como você garante a qualidade e consistência dos produtos extrudados?

R: Controlar a velocidade da rosca, a temperatura dentro do cilindro da extrusora e o tempo de residência são algumas das coisas necessárias que devem ser feitas para obter uniformidade e textura desejada em cada lote do produto final produzido durante o processo de fabricação. Isso é feito por meio de monitoramento e ajuste regular desses parâmetros.

P: Que desafios enfrentamos ao trabalhar com sistemas de extrusão de alimentos e como podem ser superados?

R: Entre eles estão o gerenciamento da viscosidade/propriedades reológicas de diversas matérias-primas, garantindo homogeneidade/consistência nos produtos acabados e tornando a matriz adaptável a diferentes texturas. A otimização das configurações da extrusora, o uso de acessórios adequados, a realização de pesquisa e desenvolvimento abrangentes sobre o comportamento dos ingredientes nas extrusoras, etc., podem ajudar a resolver esses problemas.

Produtos de Jieya
Publicado recentemente
Categorias de blogs
Contato Jieya
Demonstração do formulário de contato
Role para cima
Entre em contato conosco
Deixe um recado
Demonstração do formulário de contato