Bloqueador de fraude

Jieya

Bem-vindo ao Nanjing Jieya e fabricante de máquinas extrusoras

produto principal

Máquina de composição de plástico
Máquina de fazer materbatch
Extrusoras de parafuso duplo série SHJ
Extrusoras de parafuso duplo série HT
Preciso de ajuda?

Aqui estão alguns bons lugares onde você não pode começar.

Junte-se à comunidade

Tudo o que você precisa saber sobre tubos de polietileno de alta densidade (HDPE)

Tubo de polietileno de alta densidade (HDPE) é uma solução de tubulação altamente flexível e versátil, amplamente reconhecida por sua robustez e resistência à corrosão. O principal objetivo deste editorial é dar uma introdução detalhada aos diferentes aspectos dos tubos PEAD, como são feitos, quais são suas propriedades importantes, onde podem ser usados, por que devemos usá-los e como devemos instalá-los. eles, etc. Conhecer as especificações técnicas e características de desempenho destes tubos é muito importante para profissionais de diversas áreas como engenharia civil e até irrigação agrícola, entre outras. Portanto, depois de ler tudo, você terá conhecimento suficiente dos motivos pelos quais a maioria das pessoas prefere usar tubos HDPE em muitas aplicações, para que funcionem de forma eficiente por um longo período de tempo.

O que é um tubo HDPE?

O que é um tubo HDPE?

Características do tubo de plástico HDPE

O tubo de plástico de polietileno de alta densidade (HDPE) é um dos muitos tubos que possui características exclusivas vantajosas para muitas aplicações. Este tipo de tubo de plástico é forte e flexível ao mesmo tempo; assim, pode ser usado em diferentes condições ambientais sem ser destruído por quebra ou rachadura. Também resiste muito à corrosão química e esta qualidade permite transportar vários fluidos e gases com segurança. Além disso, os tubos HDPE possuem baixo coeficiente de atrito, o que aumenta a eficiência do fluxo e reduz o consumo de energia nas bombas; eles são leves e, portanto, fáceis de manusear durante a instalação, mas ainda têm maleabilidade suficiente para uso em áreas com terremotos frequentes. Em poucas palavras, portanto, essas características implicam que o desempenho para serviços pesados combinado com o preço acessível é o que faz com que os tubos de polietileno de alta densidade se tornem uma boa solução para sistemas de tubulação.

Como é fabricado o tubo de polietileno de alta densidade

O processo de produção de tubos de Polietileno de Alta Densidade (PEAD) consiste em uma série de etapas específicas, que visam garantir sua qualidade e desempenho. Começa com a polimerização do etileno – a transformação do gás etileno em pellets de polietileno por meio de um agente catalisador. Em seguida, esse material primário HDPE é fornecido à extrusora, onde é derretido, geralmente entre 356°F (180°C) e 518°F (270°C).

Durante a extrusão, o HDPE fundido é empurrado através de uma matriz para formar um tubo contínuo. O projeto de uma matriz extrusora prevê diferentes diâmetros e espessuras de parede necessários para satisfazer requisitos técnicos específicos impostos pela ASTM, ISO ou outros órgãos de definição de padrões.

Parâmetros técnicos:

  • Índice de fluxo de fusão (MFI): Varia entre 0,1 e 0,4 g/10 min para materiais HDPE, indicando sua processabilidade.
  • Densidade: A densidade pode variar de 0,93 a 0,97 g/cm³ no caso do PEAD, afetando tanto sua resistência quanto sua flexibilidade.
  • Resistência à tracção: A resistência à tração fornecida por estes tubos é igual a cerca de 21 – 37 MPa, garantindo durabilidade sob diversas condições de carga.
  • Faixa de temperatura: -220°F (-140°C) até 180°F (82°C) pode ser considerada uma faixa de temperatura eficiente para tubos HDPE durante sua vida útil.

Após ser extrudado, o tubo necessita de resfriamento e calibração para não perder a forma e atender às dimensões exigidas. Às vezes, água ou ar em alta pressão são usados para fins de resfriamento durante esse estágio. Depois de resfriados, os tubos são cortados em determinados comprimentos e podem passar por testes adicionais, como teste de pressão hidrostática, que verifica se são fortes o suficiente e não apresentam vazamentos.

Eventualmente, os tubos HDPE são enrolados em bobinas ou agrupados para que possam ser facilmente transportados e armazenados até serem necessários em várias aplicações pesadas.

Tipos de tubos HDPE usados em diversas indústrias

Os tubos de polietileno de alta densidade são muito importantes em muitas indústrias diferentes porque são fortes, não enferrujam e podem entortar. Estes são os tipos mais comuns de tubos HDPE:

Tubulações de água HDPE:

Eles têm muita força e nenhuma água consegue passar por eles; portanto, eles também são usados em sistemas de abastecimento de água potável ou residual. Eles garantem que as pessoas obtenham água potável limpa e segura.

Tubos de gás HDPE:

A indústria do gás natural utiliza tubos HDPE como uma forma eficaz de transportar gases por longas distâncias. A capacidade de resistência química mais a resistência à trinca por tensão tornam-no seguro para a transferência de gás de um lugar para outro de maneira confiável.

Tubos de conduíte HDPE:

Eles são usados em sistemas elétricos e de telecomunicações para proteger fiações ou cabos subterrâneos onde também podem ser instaladas fibras ópticas. Esses tubos devem ser suficientemente flexíveis para poderem suportar diferentes condições ambientais durante a instalação abaixo do nível do solo, o que é feito por vezes.

Diferentes tipos desses tubos feitos de polietilenos de alta densidade são empregados em vários setores por sua capacidade de fornecer forte desempenho sob condições adversas típicas de aplicações industriais, ao mesmo tempo em que são capazes de durar períodos mais longos sem a necessidade de substituições frequentes devido ao desgaste causado pela exposição a meios agressivos como produtos químicos, sais entre outros.

Quais são as características do tubo HDPE?

Quais são as características do tubo HDPE?

Durabilidade e resistência ao impacto

Alta resistência à tração e flexibilidade são o que tornam os tubos HDPE extremamente duráveis e resistentes ao impacto. Podem ser utilizados em locais com condições adversas e para tarefas que requerem equipamentos pesados, pois foram criados para suportar altos níveis de estresse mecânico. A tenacidade do material permite-lhe resistir a quebras ou fissuras devido a mudanças de temperatura ou desequilíbrios de pressão, mais do que qualquer outro tipo de tubo conhecido até agora; além disso, esta característica mantém-nos em funcionamento durante mais tempo, protegendo-os contra a abrasão, o que reduz a sua esperança de vida através de trabalhos de reparação ou substituições frequentes, minimizando assim o tempo de inatividade causado por tais atividades. Por estas razões, entre outras ainda não mencionadas aqui, não é de admirar que os industriais adorem utilizar sistemas de tubagem HDPE em diferentes indústrias!

Corrosão e Resistência Química

Os tubos HDPE são altamente resistentes à corrosão e a produtos químicos, tornando-os adequados para uso em muitas indústrias. Essa resistência se deve ao fato do HDPE possuir uma estrutura molecular não polarizada; criando assim fortes barreiras contra diferentes compostos químicos, como ácidos, bases e sais, entre outros. A não corrosividade deste material garante que ele não corroa mesmo quando exposto a condições ambientais agressivas ou colocado em contato com substâncias corrosivas comumente encontradas em ambientes industriais.

Parâmetros técnicos:

  • Resistência química:
  • Isto inclui proteção contra ácidos, álcalis, sais e solventes orgânicos.
  • O crescimento microbiano e os produtos químicos do solo não têm impacto sobre ele.
  • Resistência à corrosão:
  • Não sofre corrosão galvânica com outros metais (Resistência eletroquímica).
  • Sobrevive bem em ambientes agressivos por mais de 50 anos, dados os efeitos dos estressores ambientais.

Devido a essas propriedades, os tubos HDPE encontram amplas aplicações onde são necessárias alta resistência e baixa manutenção, garantindo confiabilidade ao longo do tempo, mesmo em situações extremas.

Longa vida útil e sem vazamentos

Os tubos HDPE são projetados para não apresentar vazamentos durante toda a sua vida útil, principalmente porque não há costuras ou juntas que possam ser pontos fracos. O processo de união de tubos de PEAD envolve fusão térmica, o que cria uma forte ligação entre eles, evitando a ocorrência de vazamentos e conferindo maior resistência à tração em comparação com outros métodos utilizados para a mesma finalidade. Além disso, estes tipos de tubos têm uma vida útil incrivelmente longa, geralmente superior a cinquenta anos em condições normais de funcionamento, o que é bastante impressionante. Essa durabilidade pode ser atribuída à sua capacidade de resistir à fissuração por tensão ambiental, à resistência à fadiga cíclica e ao bom desempenho em diferentes temperaturas durante todo o ano. É por isso que são considerados fiáveis devido ao seu custo-benefício em termos de tempo necessário para a instalação, bem como aos custos de manutenção incorridos durante esses períodos, quando utilizados juntamente com sistemas de abastecimento de água, linhas de distribuição de gás, redes de tubagens industriais, etc.

Quais são as aplicações do tubo HDPE?

Quais são as aplicações do tubo HDPE?

Tubo HDPE em aplicações de água

Sua alta relação resistência/densidade, flexibilidade e resistência à corrosão os tornam ideais para uso em diversas aplicações de água. Os tubos HDPE são mais comumente usados em sistemas de distribuição de água potável, onde sua resistência química e à corrosão garante o fornecimento seguro de água potável. Além disso, esses tubos são amplamente utilizados em sistemas de águas pluviais e residuais porque podem lidar com grandes quantidades de efluentes ou escoamento sem quebrar. A capacidade deste material de resistir a flutuações de pressão e diferenças de temperatura também o torna adequado para redes de água contra incêndio, bem como para sistemas de irrigação. Além de serem empregados em usinas de dessalinização devido à sua capacidade de lidar com ambientes salobras, em geral, os tubos HDPE oferecem uma maneira barata e confiável de gerenciar a água de forma eficiente em diferentes setores.

Transporte Industrial de Água e Chorume

Devido às suas melhores propriedades mecânicas e durabilidade, os tubos de polietileno de alta densidade também podem ser utilizados no abastecimento de água industrial e no transporte de chorume. As minas são as principais usuárias desses materiais, pois movimentam lamas abrasivas com alto teor de sólidos. A resistência ao desgaste dos tubos HDPE garante que ocorrerá pouco desgaste, prolongando assim a vida útil de um sistema de tubulação. Além disso, são fáceis de instalar porque são flexíveis e podem se adaptar a qualquer tipo de solo que não necessite de muitos encaixes ou juntas.

Especificação técnica:

  1. Resistente ao desgaste: O polietileno de alta densidade tem uma taxa de desgaste de um milímetro por milhão de ciclos, tornando-o altamente adequado para transporte de lama abrasiva.
  2. Força: A tensão de tração final de 26 megapascais permite que o tubo HDPE tenha solidez estrutural mesmo sob condições de pressão intensa.
  3. Faixa de temperatura: Eles podem trabalhar entre -40°C ~ 60°C, portanto, aplicáveis em muitas indústrias.
  4. Tensão de projeto hidrostático (HDS): Possui classificação HDS de 5 MPa quando submetido a aplicações de pressão contínua por longo prazo a 23°C.
  5. Classificação de pressão: Podem ser suportadas altas pressões de até 16 bar (PN16), o que se adapta a diversos usos industriais.

Essas qualidades garantem operações eficientes e confiáveis durante o transporte de águas industriais com sedimentos usando dutos de HDPE dentro das fábricas.

Uso nas indústrias de gás e petróleo

As indústrias de gás e petróleo preferem tubos HDPE devido à sua tenacidade, resistência à ferrugem e capacidade de lidar com uma ampla variedade de fluidos em diferentes temperaturas e pressões. Eles também são considerados ideais para uso no transporte de gás, petróleo e outros materiais perigosos.

Principais vantagens dos tubos HDPE nas indústrias de gás e petróleo:

  1. Anti-corrosão: Ao contrário dos tubos metálicos, os tubos HDPE não são suscetíveis à corrosão; portanto, eles duram mais e aumentam a confiabilidade dos sistemas de dutos.
  2. Flexibilidade mais Força: Sendo flexíveis, mas com alta resistência à tração, permitem-lhes suportar tensões mecânicas associadas à colocação de tubulações em terrenos acidentados ou debaixo d'água.
  3. Junta livre de vazamento: O método de soldagem por fusão empregado durante a construção garante que as juntas sejam perfeitas, evitando assim possibilidades de vazamentos em todo o sistema de tubulação, mantendo assim sua solidez por períodos mais longos.
  4. Economia de custo: Por serem comparativamente leves, é necessário menos mão-de-obra para transportá-los e instalá-los, economizando custos, especialmente quando comparados com materiais tradicionais.
  5. Ambientalmente amigável: Além disso, a sua reciclabilidade, aliada a emissões de carbono significativamente mais baixas durante o processo de fabrico, torna estes tipos de tubos ambientalmente sustentáveis, tanto antes como depois da utilização.

Esses recursos posicionam a infraestrutura moderna de gás e petróleo onde a segurança, a eficiência e o respeito ao meio ambiente são otimizados em torno dos sistemas de dutos HDPE.

Quais são os benefícios do uso de tubo HDPE?

Quais são os benefícios do uso de tubo HDPE?

Por que o tubo HDPE é uma escolha superior para conduítes

Durabilidade extrema: Por serem resistentes a arranhões, impactos e fortes pressões externas, os tubos de PEAD (Polietileno de Alta Densidade) apresentam altíssima durabilidade. Condições extremas podem ser suportadas por esta qualidade e garantem baixos custos de manutenção ao longo do tempo.

Resistência química: As aplicações industriais podem utilizar estes tipos de tubos, uma vez que não são facilmente danificados quando entram em contacto com a maioria dos produtos químicos.

Menos perdas por fricção: Com uma superfície interna tão lisa, os tubos HDPE têm menos atrito, o que economiza energia dos sistemas de bombeamento porque os fluidos fluem através deles com mais facilidade.

Performance térmica: Eles são aplicáveis em situações onde a variação de temperatura é grande porque o tubo HDPE mantém sua integridade estrutural sob diferentes temperaturas.

Facilidade de instalação: O peso leve e a flexibilidade do tubo facilitam a instalação mesmo em terrenos difíceis. Vazamentos são evitados durante a soldagem por fusão, aumentando assim a confiabilidade no uso a longo prazo como sistema de conduíte.

Custo-benefício e desempenho

Eficiência econômica: O primeiro custo dos tubos HDPE é geralmente compensado pela sua durabilidade e baixos requisitos de manutenção. A sua capacidade de resistir a pressões físicas e químicas significa que não necessitam de ser substituídos frequentemente, reduzindo assim os custos de mão-de-obra ao longo do tempo.

Especificações de performance:

  • Avaliações de pressão: Existem diferentes classificações de pressão, como PN6 e PN12.5, disponíveis para tubos HDPE, de modo a atender aplicações de alta pressão.
  • Faixa de temperatura: Entre -40°C e 60°C, o HDPE pode manter sua integridade estrutural garantindo assim confiabilidade em diversas condições climáticas.
  • Vida de serviço: Sob condições normais de operação, uma expectativa de vida útil de mais de 50 anos faz com que esses tipos de conduítes proporcionem benefícios de desempenho de longo prazo.
  • Eficiência Hidráulica: O valor do coeficiente de Manning varia de 0,009 a 0,010, significando boas características de fluxo e menores perdas de energia devido ao atrito.

Sustentabilidade: Os materiais HDPE conservam o meio ambiente, pois requerem menos energia durante o processo de fabricação, além de serem recicláveis; isto está em conformidade com as normas ecológicas atuais, reduzindo assim as emissões de carbono relacionadas com empreendimentos industriais.

Estas características estabelecem-nos como uma opção acessível que proporciona resultados superiores em muitos setores da indústria, incluindo sistemas de distribuição de gás, bem como oleodutos, entre outros, que transportam fluidos como água.

Ecologicamente correto e reciclável

Composição de materiais: Os tubos HDPE são feitos de um polímero termoplástico denominado polietileno de alta densidade, que pode ser facilmente derretido e remoldado, sendo altamente reutilizável. A compatibilidade ambiental do HDPE reside na sua capacidade de retrabalho ou reutilização que não resulta em perda significativa de propriedade.

Processo de produção e método de reciclagem: O método de produção para fazer tubos HDPE utiliza menos energia em comparação com outros materiais, como metal ou concreto. Quando chegam ao fim do seu ciclo de vida, estes tubos podem ser reciclados em novos sistemas de tubos, entre outras coisas, mantendo-os assim longe dos aterros e reduzindo a necessidade de materiais virgens.

Impacto ambiental reduzido: A utilização de tubos HDPE em projetos contribui para a sustentabilidade ao reduzir as emissões de gases de efeito estufa. Com menos ligações necessárias, há menos probabilidades de fugas que poderiam contaminar o solo e as águas subterrâneas, protegendo-os assim de uma possível poluição.

Estes pontos indicam que a reciclagem desempenha um papel vital no respeito pelo ambiente através de medidas de poupança de energia durante os processos de produção, ao mesmo tempo que cumpre os padrões ecológicos e os objectivos ambientais corporativos em geral.

Como você seleciona o tamanho correto do tubo HDPE?

Como você seleciona o tamanho correto do tubo HDPE?

Fatores que afetam a seleção do tamanho do tubo

Requisitos de taxa de fluxo: Nada é tão essencial quanto a taxa de fluxo necessária através de um tubo quando se trata de selecionar o tamanho correto de HDPE. Também pode ser chamado de volume por unidade de tempo ou volume de fluido transportado. Para atingir as taxas de fluxo desejadas sem causar grandes quedas de pressão ou restrições de fluxo, deve-se garantir que o diâmetro dos tubos seja grande o suficiente.

Classificação de pressão: Quanto maior você for em termos de tamanhos de tubos, maior será sua capacidade de suportar pressões internas sem entrar em colapso devido à espessura de suas paredes. Isto significa que para aplicações de pressão mais elevada podem ser necessários tubos de paredes mais espessas ou diâmetros maiores.

Aplicação e Ambiente: A aplicação e as condições ambientais são outros factores-chave que não podem ser ignorados; sejam subterrâneos, onde precisam de considerações diferentes daquelas que estão expostas, como serem afetados pela expansão térmica causada pela luz solar.

Normas Regulamentadoras: Ao fazer escolhas sobre o que deveria funcionar melhor entre muitas opções disponíveis para uso com sistemas específicos projetados em indústrias, aderindo estritamente às regras que os regem, de modo não apenas atender aos requisitos de segurança, mas também aumentar a eficiência operacional em todas as instalações criadas em torno deste conceito conhecido como ponto de conformidade?. Esses padrões atuam como mínimos em relação ao dimensionamento dos tubos.

Expansão futura: Por vezes, o planeamento torna-se necessário, especialmente quando as pessoas antecipam tendências de crescimento que provavelmente ocorrerão mais tarde na vida, aumentando assim os níveis de procura ainda mais do que antes, resultando na escolha de materiais de maior tamanho numa primeira instância, sem esperar até depois de experimentar quaisquer problemas associados ao subdimensionamento.

A consideração desses pontos ajudará a garantir que um tamanho de tubo HDPE apropriado seja escolhido, obtendo assim o máximo desempenho e durabilidade para a aplicação específica em mente.

Compreendendo o diâmetro externo e a espessura da parede

Para responder corretamente às questões sobre o diâmetro externo e a espessura da parede de um tubo HDPE, alguns parâmetros técnicos precisam ser considerados e justificativas feitas.

  1. Diâmetro externo (OD): Esta é uma especificação importante em termos de montagem e utilização de tubos. É medido nas extremidades do tubo. Por exemplo, um tubo HDPE típico pode ter um diâmetro externo variando de 12,7 mm (1/2 polegada) a 1600 mm (63 polegadas), dependendo dos requisitos de sua aplicação.
  2. Espessura da parede: A resistência mecânica, bem como a classificação de pressão do tubo são influenciadas pela espessura da parede. A espessura da parede pode ser especificada com relação de dimensão padrão (SDR) ou número de programação. Nesse caso, SDR11 significa que um décimo primeiro (1/11) parte do diâmetro externo fornecerá a espessura; que equilibra entre capacidade de pressão e flexibilidade.
  3. Classificação de pressão: A capacidade de resistir a pressões internas aumenta com o aumento das espessuras das paredes, assim indicadas pelas classificações de pressão expressas em libras por polegada quadrada (psi) ou bar, quando necessário; por exemplo, 160 psi (11 bar) pode ser classificado para tubo HDPE SDR11.
  4. Padrões Dimensionais: Os diâmetros externos devem atender a requisitos industriais específicos, cumprindo padrões internacionais como ISO4427, ASTM D3035, AWWA C901/C906 etc., que também especificam espessuras mínimas de parede, entre outras coisas, sobre tubos de polietileno usados em sistemas de abastecimento de água, por exemplo, ISO 4427 estabelece dimensões e tolerâncias aplicáveis .

Esses aspectos podem permitir determinar com precisão o que deve ser considerado o tamanho do diâmetro externo juntamente com a espessura da parede correspondente durante o processo de seleção, obtendo assim o melhor desempenho possível, além de atender às regulamentações legais.

Tamanho do tubo HDPE para diferentes aplicações

É importante levar em consideração as necessidades específicas de cada caso de uso ao selecionar tamanhos de tubos HDPE para diferentes aplicações. Aqui está um breve resumo:

  1. Abastecimento e Distribuição de Água: Os tubos HDPE usados no abastecimento de água potável têm normalmente entre ½ polegada e 24 polegadas de diâmetro. Estas tubulações devem atender aos padrões ISO 4427 e AWWA C901/C906, entre outros, para garantir o fornecimento seguro de água limpa. Normalmente, diâmetros menores, como duas polegadas, são usados para conexões residenciais, enquanto diâmetros maiores, como vinte e quatro polegadas, funcionam bem para redes de água municipais.
  2. Distribuição de Gás: A faixa de tamanho para aplicação de gás varia de meia polegada a vinte e quatro polegadas com sistemas de tubulação HDPE. Classificações de pressão mais altas e requisitos de segurança tornam os tubos SDR11 (parede mais espessa) os mais comumente usados para essa finalidade, embora as dimensões necessárias para transportar gás natural com segurança sejam descritas pela ASTM D2513, entre outras diretrizes.
  3. Esgoto e aplicações industriais: Os sistemas de esgoto, juntamente com os ambientes industriais, podem exigir tamanhos maiores de tubos HDPE, variando de dez centímetros até sessenta e três polegadas. Esses tubos devem ser capazes de suportar diferentes exposições químicas, bem como pressões. Em aplicações pesadas onde é necessária maior resistência, os tubos SDR26 (parede mais espessa) são frequentemente selecionados porque proporcionam durabilidade extra; no entanto, suas especificações devem atender aos critérios de desempenho relevantes estabelecidos em normas como ASTM F714 ou ISO 4437.

Um indivíduo pode garantir a eficiência e a conformidade com os requisitos regulamentares escolhendo o tamanho adequado do tubo HDPE com base nessas recomendações, além de outras regras e regulamentos aplicáveis.

Fontes de referência

Polietileno de alta densidade

Tubo HDPE

Tubo (transporte de fluido)

Perguntas frequentes (FAQ)

P: O que é um tubo de polietileno de alta densidade (HDPE)?

R: O tubo HDPE é um tipo de tubo de plástico feito de polietileno de alta densidade. Significa polietileno de alta densidade e é popular por ser forte, flexível e resistente à corrosão, entre outras coisas, o que o torna adequado para muitos tipos de sistemas de tubulação.

P: Quais são as vantagens dos tubos HDPE?

R: Flexibilidade, resistência à corrosão, comprimentos longos que exigem menos acessórios e capacidade de suportar condições climáticas extremas são alguns benefícios associados ao uso de tubos HDPE. Além disso, são leves, econômicos e têm uma vida útil mais longa.

P: Onde os tubos HDPE são comumente usados?

R: Esses tubos têm aplicação em diversos setores como sistemas de abastecimento de água, redes de distribuição de gás, instalações de esgoto, linhas de transporte de petróleo e gás, canais de irrigação, ou mesmo como dutos para instalação de cabos de telecomunicações e fios elétricos, entre outros.

P: Como o HDPE se compara ao PVC ou ao material de ferro dúctil quando usado como tubos?

R: Comparado ao PVC, que quebra facilmente devido à sua fragilidade, o Ferro Dúctil corrói rapidamente, mas não tanto com o HDPE, pois é menos frágil que o PVC, tornando-o ideal onde pode haver requisitos de flexão ou movimento nas aplicações. Além disso, este tipo também possui melhor resistência contra agentes corrosivos em relação aos ferros dúcteis, aliada à sua maior vida útil. Ao contrário deles, os métodos de eletrofusão, além da perfuração direcional, podem ser aplicados durante a fase de instalação, mas não são possíveis com estas duas alternativas.

P: Quais acessórios combinam com um sistema de tubos HDPE?

R: As conexões entre várias seções de um sistema HDPE, como aquelas formadas pela técnica de soldagem por eletrofusão que cria juntas fundidas entre duas peças em suas interfaces, garantindo que elas se tornem uma peça sólida sem quaisquer pontos de vazamento ao longo da linha, incluindo fusão de topo articulações.

P: Posso usá-los também para fins de drenagem?

R: Sim, a aplicação de drenagem também é possível com este produto. Devido à sua resistência aos raios UV, à degradação química e à flexibilidade, são portanto adequados para utilização na criação de sistemas eficientes de fluxo de água; sem esquecer também o aspecto da longevidade.

P: O que dá a esses tubos um fator de durabilidade?

R: Este tipo de tubo é feito de material de polietileno de alta densidade, que possui boas propriedades de tenacidade além da capacidade de suportar tensões externas como produtos químicos, radiação UV ou mesmo condições de alta pressão, tornando-o forte o suficiente durante períodos prolongados em diferentes ambientes.

P: Há alguma opção de qualidade alimentar disponível quando se trata de tubos HDPE?

R: Na verdade, existem versões de qualidade alimentar fabricadas com materiais de polietileno virgem, tornando-o seguro para o transporte de água potável, entre outros consumíveis.

P: Como os tubos HDPE são instalados?

R: Eles podem ser instalados usando métodos tradicionais de abertura de valas ou por meio de técnicas modernas, como perfuração direcional, que deixa interrupções mínimas no solo ao redor de onde passam. Além disso, a eletrofusão juntamente com a soldagem por fusão de topo são as formas mais comuns de uni-los, de modo a criar juntas sem vazamentos que mantêm a integridade estrutural em todo o sistema de tubulação.

P: Posso usá-los sob temperaturas extremas?

R: Sim, ambos os extremos quentes e frios são acomodados por esses tubos, permitindo assim versatilidade em uma ampla variedade de configurações ambientais; também devido à sua flexibilidade aliada à resistência a rachaduras durante os ciclos de congelamento e descongelamento, isso o torna particularmente ideal para áreas com padrões climáticos adversos.

Produtos de Jieya
Publicado recentemente
Categorias de blogs
Contato Jieya
Demonstração do formulário de contato
Role para cima
Entre em contato conosco
Deixe um recado
Demonstração do formulário de contato